Blog de viagens com roteiros, destinos, dicas de hospedagem e passeios.

Trem bala do Japão, como viajar com o Shinkansen?

União de conforto e praticidade numa velocidade de 300 km/h!

0 690

Shinkansen, tudo sobre o famoso trem bala do Japão e um pouco das nossas experiências durante as viagens!

Antes de mais nada, este item faz parte do tópico de dicas de viagem para o Japão.
Um material que reuni depois de mais de 6 meses turistando na terra do sol nascente!

Aliás, no final disponibilizo também um pequeno vídeo.
Nele você confere a velocidade que as cidades são deixadas para trás, a incrível estabilidade (deixei uma garrafa com água de ponta cabeça na janelinha) e o grande conforto da viagem!

Andar com o Shinkansen é super fácil, não se preocupe!
Criei este guia completo apenas para auxiliar nossos queridos viajantes.

Inclusive a ideia veio enquanto eu escrevia sobre o Japan Rail Pass!

Shinkansen: Viajando com o Trem Bala do Japão

O trem bala do Japão deixa a conta do transporte mais salgada, mas o Shinkansen é disparado o melhor meio de transporte que já utilizei!

Shinkansen Max Tanigawa com 2 andares, indo de Tokyo a Gala Yuzawa
Shinkansen Max Tanigawa com 2 andares

Aliás, além de se deslocar a praticamente 300 km/hora, tem outras vantagens como:

  • fácil embarque e desembarque, no meio das cidades e junto com as outras linhas de trem locais;
  • não necessita check-in, raio-x, alfândega e despacho de malas: você as leva no próprio vagão;
  • as poltronas são muito mais espaçosas do que as de um avião;
  • o trem-bala é super silencioso e muito seguro;
  • a pontualidade do Shinkansen é incrível e são muitos trens à disposição.

Decerto, já são mais de 50 anos de operação sem nenhum acidente (e nem existe cinto de segurança).

Como resultado de tudo isso, você vê as cidades passando como uma raio pela sua janela e o trem bala simplesmente nem balança.

Sem dúvida é possível deixar um copo de água cheio na sua mesinha deste o começo da viagem!

Trem bala do Japão: o Shinkansen Hayabusa
Trem bala do Japão: o Shinkansen Hayabusa

O Shinkansen Hayabusa é meu preferido pelo visual e também o mais rápido atualmente.
Viaja numa velocidade de 320 km/h entre Tokyo, Omiya, Sendai, Morioka e Shin-Aomori.

Viajar num trem bala do Japão é algo que você não pode deixar de fazer na sua visita ao país.
Por R$ 100,00 é possível viajar num curto trecho entre duas cidades, caso não opte pelo Japan Rail Pass.

Uma dica que deixo se você for durante o inverno, é utilizar um pacote para a região de Niigata e aumentar sua chance de ver neve no Japão. Dá pra fazer um bate volta e o preço do pacote com o transporte e acesso ao resort vale muito a pena!

 

Quanto custa viajar com o Shinkansen?

O preço é calculado pela distância da sua viagem e se você vai na primeira classe (green car) ou vagão comum.

O green car ou green seat é a opção num vagão especial, maior espaço e reclinação na poltrona, atendimento diferenciado e em algumas rotas um serviço de bebidas.

Contudo, para se ter uma ideia do conforto, todas as viagens que fizemos foram em vagão comum e não há nada o que reclamar do espaço.

Qualquer vagão oferece poltronas reclináveis, mesinhas, banheiro e até uma sala reservada para fumantes.

Calculando rotas e preços

Primeiramente uma dica que dou, é utilizar o site do HyperDia, isso facilitará sua conversa com os atendentes ao comprar o ticket.

Neste site, você digita a origem e o destino (cidade ou estação) e ele te mostra: preços, horários, rotas e o número do trem (que te ajudará a comprar o ticket com horário certo).

Só para exemplificar, veja uma das rotas mais comuns com o trem bala no Japão.
Uma viagem de Shinkansen entre Tokyo e Kyoto:

Apenas digitei Tokyo e Kyoto e cliquei em Search:

Trem bala do Japão: Rotas e preços pelo HyperDia
Trem bala do Japão: Rotas e preços pelo HyperDia

Como resultado, o site exibiu várias opções de horários (clique em qualquer imagem para ampliar):

Trem bala do Japão: Rotas e preços pelo HyperDia
Trem bala do Japão: Rotas e preços pelo HyperDia

Os dados mais importantes são:

  • Take Time: 131 minutes, o tempo total da viagem é de 2 horas e 11 minutos;
  • Distance: 513,6 km, pouco mais de 500 km entre Tokyo e Kyoto
  • Shinkansen Nozomi 263, onde:
    • Nozomi é o tipo/nome do trem bala
    • 263 é o número do trem (este que você utiliza para comprar o ticket e para localizar seu trem nos painéis da estação)
  • Fare: ¥ 8,210 que é a tarifa principal, mas ainda soma o valor do assento (Seat Fee), com 3 opções:
    • Green seat: + ¥ 10,480 (primeira classe), Total: ¥ 18,690
    • Reserved seat: + ¥ 5,700 (assento reservado), Total: ¥ 13,910
    • Unreserved seat: + ¥ 4,870 (sem assento reservado), Total: ¥ 13,080

Em resumo, uma viagem de trem bala entre Tokyo e Kyoto custa ¥ 13,910 (R$ 470 em 2018).

Outra dica: o app Google Maps

O HyperDia também havia criado um app para celular, mas na época estavam cobrando e eu utilizava apenas o site .

Pra quem estiver com celular, uma dica muito útil para utilizar qualquer trem do Japão é o app Google Maps.

Utilizei muito este app para me locomover, por já mostrar os melhores preços e menores tempos.

De fato, antes de botar o pé no Japão as informações abaixo podem não te dizer muita coisa.
Mas, veja que simulei uma rota entre Tokyo e Yokohama (algo como 35 km) e obtive os preços por trem comum (não é Shinkansen), por várias linhas diferentes.

Em geral o valor do trem comum entre Tokyo e Yokohama é em torno de ¥ 460 (R$ 15 em 2018).

Usando o app Google Maps no Japão para ver preços dos trens
Usando o app Google Maps no Japão para ver preços dos trens

Contudo, o mais interessante é quando você clica sobre alguma rota e ele te exibe o nome das linhas de trem, em qual estação descer ou fazer baldeação, quantidade de estações, qual saída utilizar, o quanto caminhar e quanto tempo leva.

É realmente incrível!

Usando o Google Maps para o trem/metrô do Japão
Usando o Google Maps para o trem/metrô do Japão

Aliás, quando você estiver passeando em Tokyo, ouvirá falar muito sobre a Yamanote Line.
Um trem circular, que faz um loop pelos principais bairros e pontos turísticos de Tokyo.

 

Qual é a viagem mais barata com o Trem Bala do Japão?

Por apenas ¥ 2,750 (R$ 92,00 em 2018) você pode viajar de Shinkansen entre Tokyo e Shin-Yokohama.

Todavia, o único inconveniente é que quando a viagem começar, ela já praticamente terá terminado! risos

São apenas 18 minutos de viagem para percorrer os 28,8 quilômetros de distância.

E para efeito comparativo, veja que eu tinha calculado quase o mesmo trajeto com trem comum pelo app Google Maps, e obtive o valor de ¥ 460 (R$ 15 em 2018).

 

Economizando com Japan Rail Pass

Confira o guia completo que escrevi sobre o Japan Rail Pass, onde comprar, quando vale a pena, os principais destinos  e como utilizar na sua viagem ao Japão.

Em resumo, é um passe ilimitado de trem (inclusive Shinkansen – o trem bala), ônibus e até barcos para o turista utilizar por 7,14 ou 21 dias consecutivos.

O estofado mais curioso do Shinkansen
O estofado mais curioso do Shinkansen
Preço do Japan Rail Pass em 2018
Vagão ComumGreen 1st Class
7 dias¥ 29,110 / R$ 970¥ 38,880 / R$ 1.300
14 dias¥ 46,390 / R$ 1.550¥ 62,950 / R$ 2.100
21 dias¥ 59,350 / R$ 1.980¥ 81,870 / R$ 2.700

Milhares de turistas utilizam o Japan Rail Pass, mas para valer a pena é necessário fazer algumas contas.

Tudo vai depender do seu roteiro, o tempo que ficará no Japão e o estilo da viagem.

Aliás, eu utilizei o JR Pass de 7 dias durante minha primeira viagem ao Japão e foi uma experiência incrível.

Antes de tudo, há algumas restrições.
Por exemplo, o ticket é válido apenas para estrangeiros com visto de turismo e não cobre o uso do Shinkansen Nozomi e Mizuho.

Decerto é uma ótima opção para quem pretende ir até Kyoto, Hiroshima ou Hokkaido com o trem bala do Japão!

Afinal, com o preço de uma passagem de ida e volta você já consegue comprar o Japan Rail Pass e utiliza os outros 7 dias para viajar livremente pelo Japão.

 

Onde e como comprar o ticket para o Trem Bala do Japão

Depois que você já souber para onde quer ir, tudo estará resolvido.

Em qualquer estação de trem, com partidas de trem bala do Japão, você encontrará estes grandes guichês de vendas de tickets:

Comprando os tickets para o Trem Bala do Japão
Comprando os tickets para o Trem Bala do Japão

As vezes tem um pouquinho de fila, mas nada grave.

Enfim, pegue a fila e vá até o atendente informando o destino desejado.
Eles falam um inglês bem razoável e te mostrarão na tela as informações para facilitar a negociação e valores.

Certamente também é possível comprar o ticket para o Shinkansen nas máquinas automáticas espalhadas pela estação, mas isso geralmente você só verá os locais fazendo.

Como o processo não é tão simples quanto comprar o bilhete do metrô ou trem comum, recomendo ir até o guichê de atendimento que é melhor.

Lembre-se também que a quantidade de trem bala no Japão é enorme, até para o mesmo destino.
Veja que nas rotas que tracei, tinha para Tóquio e Quioto com intervalo de 10 minutos! 

Trem bala no Japão: assento reservado ou não?

Vantagens do assento reservado

  • Em primeiro lugar, você tem um assento reservado, então é garantia de embarque mesmo no horário de rush;
  • Pelo ticket você já saberá o número do seu trem, da linha férrea, da sua poltrona e o horário de saída.
    Porém, é válido apenas para esta combinação acima, não perca o trem.

Vantagens do assento não reservado

  • Não tem horário predefinido de saída, você pode pegar qualquer um dos próximos trens bala para o seu destino (dá pra você passear pelas grandes estações e lojas);
  • O ticket tem uma validade maior, geralmente de 1 a 5 dias e estará informado no papel;

No Japão usa-se o dinheiro (papel moeda) para tudo.
E mesmo se pudesse, você não ia usar o cartão de crédito e pagar o IOF absurdo do Brasil né?

Pague o valor em yen ao atendente e você receberá um ticket como este (não reservado):

Trem bala do Japão: Ticket para assento não reservado
Trem bala do Japão: Ticket para assento não reservado

Na verdade, acima temos os 2 tickets utilizados quando fomos ver neve no Japão na região de Niigata, saindo de Tokyo.

O primeiro era para utilizarmos o Shinkansen Max Tanigawa (este tem 2 andares), veja que no ticket está escrito “Super Exp. (non-reserved), também tem a data de 16 de março e validade de apenas 1 dia.

Então, podíamos pegar qualquer Max Tanigawa com destino a Gala Yuzawa.

E um exemplo do Ticket com assento reservado, quando fomos de Shin-Osaka até o imperdível Castelo de Himeji:

Trem bala do Japão: Ticket para assento reservado
Trem bala do Japão: Ticket para assento reservado

Então, observe que as principais diferenças são o nome e número do Shinkansen: Hikari 471 com saída as 15:02.
O vagão já determinado (Car. 7) e a poltrona reservada (5-A).

Pronto! O ticket está na mão, e agora onde pegar o trem bala?

 

A estação do Trem Bala no Japão

Agora basta seguir para as Shinkansen Tracks que estarão bem perto do guichê de compra do ticket e inserir seu bilhete na catraca.

Trem bala no Japão: Shinkansen Tracks em Kyoto
Trem bala no Japão: Shinkansen Tracks em Kyoto

Qualquer dúvida é só perguntar aos oficiais que ficam alí à direita (você sempre verá um movimento grande perto deles, porque quem usa o Japan Rail Pass sai por alí, apresentando o cartão para eles).

Agora você já estará no ambiente de partida do trem bala.
Na maioria das estações ainda existem lojas e restaurantes após a catraca.

E para todo lado, os painéis indicando os próximos embarques:

Trem bala do Japão: a estação
Trem bala do Japão: a estação

Não se desespere com o painel acima todo em japonês, ele alterna também para exibir as informações em inglês.

Eu adoro a foto acima, porque mostra o resumo de uma estação: a loja de conveniência, um trem bala parado pronto para o embarque, os painéis informativos, relógios, câmeras de segurança, um maquinista terminando seu trabalho e até mesmo uma freira. risos

Contudo, mesmo com o painel em japonês você já consegue ver ali o número do Shinkansen e o horário de partida.

Mas, veja como tudo fica mais fácil em inglês:

Trem bala do Japão: o painel
Trem bala do Japão: o painel

Dependendo da província o formato do painel é diferente, mas as informações necessárias estarão sempre lá, vamos pegar como exemplo a primeira linha.

O Shinkansen Hikari, número 464 sairá as 10:40 utilizando a pista 25 e tendo Tokyo como destino final.
Veja que neste trem, os vagões para quem não tem assento reservado são os de 1-5.

Se você não tem assento reservado, basta entrar na fila de qualquer um destes vagões indicados.

Já com um ticket com assento reservado, você vai diretamente para a fila do seu vagão.

E boa viagem!

 

Nossa experiência com o Shinkansen

Durante o trajeto, algumas atendentes passam com carrinhos vendendo águas, sucos, cafés, lanches, etc.
De fato, um pouco mais caro que os preços praticados na estação.

Então, se a viagem for longa compre seu lanchinho antes sem a menor vergonha.
É muito comum os japoneses comendo seu obentô durante a viagem.

Inclusive, aproveite para provar alguma comida típica, veja as opções no nosso guia das melhores comidas do Japão!

Aliás, no minuto exato nosso trem bala partiu da estação!

Você tem espaço para as malas nos compartimentos superiores ou na frente do seu próprio assento.

Japan Rail Pass e o Shinkansen (trem bala japonês)
Japan Rail Pass e o Shinkansen (trem bala japonês)

De fato, espaço não falta até mesmo no vagão comum e a poltrona reclina mais que o suficiente:

O conforto do Shinkansen, o trem bala japonês.
O conforto do Shinkansen, o trem bala japonês.

 

Nosso vídeo no Trem Bala do Japão!

 

História e o futuro do Shinkansen

Em 1964 foi inaugurada a primeira linha de Shinkansen no Japão, ligando Tokyo a Osaka.

Motivados também pelos Jogos Olímpicos de Tokyo de 1964, o povo estava eufórico!

O Japão que há poucas décadas havia sofrido com a segunda guerra mundial, mostrava plena recuperação e ascensão econômica com uma obra que durou pouco mais de 5 anos.

Aliás, tivemos aqui a promessa do trem-bala brasileiro.
Ligaria São Paulo ao Rio de Janeiro, para a Copa do Mundo e Olimpíadas não é mesmo?

Por outro lado, no Japão as obras não ficam apenas no papel.

E coincidência ou não, quase 5 décadas depois o Japão será novamente a sede dos Jogos Olímpicos de 2020!

Primeiramente na década de 60 os trens atingiam até 220 km/h.
Agora em 2020, a linha Tokaido Shinkansen receberá o novo trem N700S, sua versão Supreme.

Terá um menor gasto de energia e será 20% mais leve (quase 11 toneladas a menos) se comparado ao atual Shinkansen N700, da imagem principal desta postagem!

Nesse meio tempo, tudo continuou evoluindo.
O novo trem terá capacidade para 1.323 passageiros e viajará numa velocidade entre 285 km/h e 300 km/h.

Contudo, este é um limite de segurança e conforto.

Visto que em testes o recorde atual de um Shinkansen japonês é de 603 km/h.
É claro que em pistas retas e de levitação magnética: maglev.

Existem planos para uma linha entre Tokyo e Nagoya em 2027, que viajará numa velocidade de 500 km/h.
Ou seja, um trajeto de 286 quilômetros em 40 minutos.

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.