Blog de viagens com roteiros, destinos, dicas de hospedagem e passeios.

Floresta de Bamboo em Kyoto – Arashiyama

Um corredor de enormes bambus

0 110

A Floresta de Bamboo tinha me deixado curioso desde a primeira foto que vi alguns anos atrás.

O local faz parte dos patrimônios mundiais da UNESCO (veja outros que já visitei).

Com a viagem marcada para o Japão em 2017 já tinha adicionado o bambuzal ao roteiro!

Porém, descobri que Arashiyama – um distrito de Kyoto – é muito mais do que a Floresta de Bamboo (ou caminho de bamboo como alguns a chamam).

Na região você poderá curtir:

  • passeio com o trem “Sagano Romantic Train”
  • visitar o Kameyama-koen (um parque com lindos macacos)
  • descer de bote pelo rio Hozugawa com água de cor turquesa
  • conhecer vários templos (sendo o principal: Templo Tenryu-ji)

 

Ao chegar na região de Arashiyama resolvemos fazer primeiro o passeio de trem.

Afinal uma das paradas da linha seria o próprio bambuzal.

 

Sagano Romantic Train e o Tufão

Fomos até a estação de trem de onde sai o passeio romântico e compramos as passagens.

Ficamos olhando panfletos e as fotos da região do rio turquesa, o parque dos macacos e várias outras coisas legais pra curtir no caminho!

Foi quando chegamos no balcão de informações turísticas e descobrimos que por causa da passagem de um tufão o parque dos macacos estava fechado, o rio turquesa estaria marrom e a força da correnteza impediria a volta pelo rio com os botes e que muitos bambus foram derrubados na floresta… risos

Um dia antes a forte ventania devastou algumas áreas da região e o nosso roteiro acabou sendo reduzido pela força da natureza.

Ficamos decepcionados de descobrir isso somente após a compra das passagens, mas mesmo assim o passeio de trem rendeu ótimos registros.

O trem do século 19 da Sagano Romantic Train
O trem do século 19 da Sagano Romantic Train

 

O passeio de trem com o Sagano Romantic Train

A mais popular linha deste trem é um bate volta entre as estações Saga e Kameoka, onde este trem do século 19 faz o percurso beirando o rio Hozugawa.

É um destino bem procurado no Outono por causa das folhagens vermelhas, mas, o ponto alto é na primavera e a incrível florada dos sakuras (cerejeiras).

O trajeto leva aproximadamente 17 minutos e custa ¥240.

O trajeto do trem romântico de Sagano
O trajeto do trem romântico de Sagano

A cor do rio que deveria estar mais para turqueza, estava escura e com uma forte correnteza, mesmo assim a mãe natureza caprichou demais na região!

O rio Hozugawa que nos acompanha pelo trajeto
O rio Hozugawa que nos acompanha pelo trajeto

Quando chegamos na estação da floresta de bambu, vimos as cores de outono (mês de Outubro) e muitas árvores com folhagem amarela e avermelhada:

Arashiyama - As cores de outono na entrada
Arashiyama – As cores de outono na entrada

Porém, se você optar por ir na época das cerejeiras (meados de Abril) veja a paisagem que irá encontrar. Esta foto pegamos no site oficial deles:

A época das cerejeiras no passeio de trem de Sagano
A época das cerejeiras no passeio de trem de Sagano

Confira o site oficial do Sagano Romantic Train.
São eles que também organizam o passeio com o bote.

 

A Floresta de Bamboo em Arashiyama, Kyoto

Lembrando que para curtir a Floresta de Bambu, você não precisa fazer o passeio do trem romântico.
Veja no final do post detalhes de como chegar aqui pelas linhas da JR.

Nosso primeiro susto foi com a quantidade de turistas e paus de selfie na tal floresta!
Pessoas fazendo as poses mais assombrosas para saírem nas fotos… hahaha

Depois de andar um pouquinho pela floresta (que é um corredor de uns 600 metros de bambus), fomos conseguindo alguns espaços mais vazios:

A quantidade de turistas na Floresta de Bamboo
A quantidade de turistas na Floresta de Bamboo

Na foto acima, a multidão já tinha se dispersado um pouco.
Chegamos a ver inclusive um táxi passando por esta ruazinha, provavelmente levando alguém com necessidades especiais.

Um pouquinho de sorte e paciência pra ficar sozinha na floresta
Um pouquinho de sorte e paciência pra ficar sozinha na floresta

Acaba tendo uma grande concentração de turistas, porque é um parque com entrada gratuita.

Além disso, ele é linear. Há praticamente só uma caminho a seguir que é o que te levará ao Templo Tenryu-ji (aqui a entrada é paga).

Arashiyama - Concentração absurda de bamboo por metro quadrado
Arashiyama – Concentração absurda de bamboo por metro quadrado

Ao final do passeio tivemos sensações mistas, o famoso: mixed feelings.

Os bambus são gigantes, lindos, o parque é bem cuidado e limpo.

O tufão estragou uma parte da paisagem e inclusive do passeio.
Olhando as fotos de internet, não tínhamos noção de quão cheio é o parque.

Um pouco dos estragos do tufão
Um pouco dos estragos do tufão

Em alguns pedaços do parque era possível ver os bambus caídos e quebrados. Provavelmente depois de alguns dias iriam fazer uma manutenção para devolver a beleza do lugar.

Ficamos com um gostinho de quem esperava mais.

 

Arashiyama – A Floresta de Bamboo, como chegar?

São 465 km de distância entre Tokyo e Kyoto, porém, com o Shinkansen (trem bala) você faz este trecho em pouco mais de 2 horas.

Outras cidades que estão próximas: Hiroshima 360 km, Himeji 131 km, Osaka 55 km e Nara 42 km.

 

Considerando a estação central “Kyoto Station”, o mais fácil é você pegar a JR Sagano Line e então basta descer na estação Saga-Arashiyama (veja mais detalhes desta linha).

Se ficou interessado no passeio romântico de trem, confira o site oficial.

A entrada para a Floresta de Bamboo é gratuita.

 

 

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.

Já curtiu nossa página no Facebook?
Você receberá notificações das novidades e promoções!