Buda Gigante do Japão em Kamakura

Uma estátua de bronze com 13 metros de altura e quase 100 toneladas

0 703

O Buda Gigante ou Grande Buda de Kamakura (鎌倉 大 仏, Kamakura Daibutsu) fica no Templo Kōtoku-in região de Kanagawa no Japão.

Aliás, é uma ótima oportunidade para quem está em Tokyo, afinal os 60km de distância podem ser percorridos em apenas 1 hora e você ainda aproveita para conhecer a incrível linha de trem elétrico de Enoshima.

Além disso, a região de Kamakura chegou a ser cogitada para integrar a lista dos patrimônios da humanidade da UNESCO (veja outros que já visitei), mas depois de uma negativa o Japão desistiu da solicitação.

Porém, ela faz parte dos Tesouros Nacionais do Japão.

Kamakura é uma pequena cidade montanhosa e a beira-mar, que já foi capital feudal do Japão entre 1185 e 1333.

Por certo a região é carregada de templos e construções antigas para visitação, mas como iriamos passar apenas uma tarde lá, focamos nos principais pontos turísticos!

Então, descendo na estação Hase partimos direto para conhecer Daibutsu, o Buda Gigante!

 

O Buda Gigante e o Templo Kōtoku-in

A estátua de bronze foi inaugurada em 1252, mas anteriormente a ela existia uma versão de madeira.

Porém, esta versão, foi danificada por uma tempestade em 1248 juntamente com o salão que a abrigava.

Então construída a versão atual em bronze e também um novo salão para protegê-la.

Depois uma nova tempestade em 1334 destruiu este salão, que passou por outra restauração sendo atingido por outra tempestade em 1369!

Os japoneses pareciam não desistir tão fácil e reconstruíram o salão.

Por fim, em 1498 um tsunami arrastou o salão e desde então o Buda está ao ar livre!

Assim sendo, logo ao passar pelo portão de entrada, você já avista esta grandiosidade!

O Buda Gigante, Daibutsu, em Kamakura
O Buda Gigante, Daibutsu, em Kamakura

A estátua atual feita de bronze mede 13,4 metros e pesa 93 toneladas (algumas fontes citam 120 toneladas).

A região do templo é bem ampla, você pode dar a volta no Buda Gigante e observá-lo por vários ângulos, e também é possível conhecer seu interior por mais ¥ 20.

É uma pequena taxa, uma pequena visita e um calor considerável.. risos
Imagine toda aquela estrutura de bronze tomando sol o dia inteiro e você ali dentro.
Como todos dizem, valem a pena entrar uma vez na vida!

Último registro com o Grande Buda de Kamakura
Último registro com o Grande Buda de Kamakura

Então, saindo dali fomos conhecer o Templo Hase-dera.

Não apenas aproveitamos a caminhada na vila para provar o sorvete de batata doce com chá verde, como experimentamos o verdadeiro calor de 33 graus da região em agosto!

O sorvete de batata doce com chá verde em Kamakura
O sorvete de batata doce com chá verde em Kamakura

Templo Hase-dera

Primeiramente este templo já começa impressionando desde o seu portão de entrada:

O portão de entrada do Templo Hase-dera
O portão de entrada do Templo Hase-dera

Aliás, são 7 construções principais, mas uma das mais bonitas é o Amida-do, logo no saguão:

O salão Amida-do no templo Hase-dera em Kamakura
O salão Amida-do no templo Hase-dera em Kamakura

Sem dúvida há lindos jardins ao redor dos salões e em cada canto que você olha, verá lindos detalhes como este:

Os detalhes do jardim do templo Hade-dera em Kamakura
Os detalhes do jardim do templo Hade-dera em Kamakura

Mas, uma das coisas que eu mais queria conhecer em Kamakura eram as pequenas estátuas de Jizo, que dizem ser o protetor das crianças e dos viajantes!

As pequenas estátuas de Jizo, protetor das crianças e viajantes
As pequenas estátuas de Jizo, protetor das crianças e viajantes

E não é que caminhando um pouco mais, descobri uma estátua em versão maior?
Como ele é o protetor dos viajantes, não pude deixar de registrar este momento!

Uma versão maior da estátua de Jizo, o protetor dos viajantes
Uma versão maior da estátua de Jizo, o protetor dos viajantes

Por consequência, os jardins são encantadores e ali mesmo tive a oportunidade de fazer meu primeiro teste de foto macro com a câmera! 🙂

A primeira foto macro ali mesmo nos jardins do templo Hase-dera
A primeira foto macro ali mesmo nos jardins do templo Hase-dera

Como chegar ao Buda Gigante em Kamakura?

Primeiramente, pegue o trem da linha Enoshima e desça na estação Hase, a partir dela serão apenas mais 7 minutos de caminhada numa linda vila cheia de lojinhas com souvenires e outras delícias da região.

Aliás, a linha Enoshima inaugurada em 1902 é servida por trens elétricos e é um atrativo a mais para o passeio!

Então ao longo da linha de 10 km com 15 estações, você será levado principalmente para: a cidade antiga de Kamakura, a região Hase (onde está o Buda Gigante) ou então até a ilha de Enoshima.

Por fim, você poderá acessar a linha Enoshima de duas maneiras:

  • descendo na estação Kamakura da linha JR Yokosuka (que fica a apenas 1 hora das estações de Tokyo ou Shinjuku)
  • descendo na estação Fujisawa da linha JR Tokaido (também uma hora da estação de Tokyo)

Para qualquer um destes 2 trajetos acima, você irá gastar ¥ 300.

Trem elétrico da linha Enoshima que leva até o Buda Gigante em Kamakura
Trem elétrico da linha Enoshima que leva até o Buda Gigante em Kamakura


Buda Gigante

Endereço:
4-2-28, Hase, Kamakura, Kanagawa Prefecture 248-0016, Japão

Dias e horário de funcionamento:
Todos os dias, das 08:00 hs até 16:30 hs
(dependendo da época do ano, o horário se estende um pouco mais)

Taxa de visitação:  
¥ 200

Maiores informações:  Site Oficial e Mapa

 

 

Encontre hotéis MUITO mais baratos e para qualquer destino:

Booking.com

NUNCA viaje sem um seguro de viagem, economize e conheça nosso comparador de seguros!

Seguros Promo

Deixe um comentário

Seu endereço de email não será publicado.