Brasil - Viagens - Novo Cálculo da Rota https://www.novocalculodarota.com.br/relatos/brasil/ Blog de viagens com roteiros, destinos, dicas de hospedagem e passeios. Wed, 12 Dec 2018 23:12:43 +0000 pt-BR hourly 1 https://wordpress.org/?v=6.4.3 https://www.novocalculodarota.com.br/wp-content/uploads/2017/05/cropped-logo-32x32.png Brasil - Viagens - Novo Cálculo da Rota https://www.novocalculodarota.com.br/relatos/brasil/ 32 32 Lámen Aska – Liberdade – São Paulo https://www.novocalculodarota.com.br/lamen-aska-liberdade-sao-paulo/ https://www.novocalculodarota.com.br/lamen-aska-liberdade-sao-paulo/#comments Sun, 23 Jul 2017 00:59:27 +0000 https://www.novocalculodarota.com.br/?p=1690

Um dos pratos mais conhecidos da culinária oriental é o Lámen (ou rāmen) e hoje foi dia de conhecer o Lámen Aska no bairro da Liberdade em São Paulo. Sou amante da cultura e da culinária oriental há anos e faltando menos de 30 dias para minha primeira viagem ao Japão, a ansiedade está aumentando […]

The post Lámen Aska – Liberdade – São Paulo appeared first on Viagens - Novo Cálculo da Rota.

]]>

Um dos pratos mais conhecidos da culinária oriental é o Lámen (ou rāmen) e hoje foi dia de conhecer o Lámen Aska no bairro da Liberdade em São Paulo.

Sou amante da cultura e da culinária oriental há anos e faltando menos de 30 dias para minha primeira viagem ao Japão, a ansiedade está aumentando e a fome também!

O bairro da Liberdade

Nas últimas semanas tenho ido bastante à Liberdade. Para quem não sabe é o mais mais oriental do Brasil e fica localizado na região central da cidade de São Paulo, aos domingos tem uma feirinha típica cheia de barraquinhas com as comidas típicas e produtos da região, mas isto é assunto para outro post.

Antigamente o bairro da Liberdade remetia diretamente ao Japão, mas hoje em dia há um mix de culturas e a globalização chegou ali também. É possível encontrar imigrantes da China, Coréia, Taiwan, etc.

O Lámen

Em linhas gerais é um prato de macarrão com caldo que tornou-se muito popular após a Segunda Guerra Mundial por causa do preço atrativo com a farinha importada dos Estados Unidos.

O Lámen Misso Tonkotsu do Aska

Seu macarrão é feito com a farinha de trigo, ovos, sal, água e mais nada.
O segredo e toda a tentação do prato porém, vem do caldo!

Podemos dizer que o caldo/ramen começa em 3 matrizes:
– Shoyu Lámen – aquele molho de soja salgado e escurinho, que quase todo mundo deve conhecer é a base deste caldo
– Shio Lámen – shio em japonês significa sal e este caldo é constituído praticamente de água e sal, sendo uma maneira mais delicada para apreciar os outros ingredientes que virão a seguir
– Missô Lámen – é a pasta fermentada de soja que dá uma coloração turva a este caldo, geralmente é mais encorpado (e minha opção predileta)

Dito isto, temos os outros complementos para formar o caldo que pode ser umas mistura de:
– Vegetais: cebolinha, broto de bambu, repolho, acelga
– Carne: geralmente de porco. Mas também há variações de frango, dependendo da região. Peixe também pode ser utilizado, inclusive o tikuwa (massa de peixe)
– Algas: deixei as algas num capítulo a parte, porque são elas que conferem sabor especial ao com caldo com o nori, wakame, etc.

Um combinado dos ingredientes acima formarão a sua tigela da felicidade!

O Lámen Aska

Uma das mais tradicionais casas de lámen da cidade, com décadas de experiência no assunto.

Apesar de ser tradicional, eu nunca tinha ido visitá-la porque já sabia que não aceitavam cartões.
E esta é uma das reclamações de algumas pessoas que a visitam (e a quantidade de regras… risos).

Mas, confesso que adorei tudo. Inclusive as regras.
Se você pesquisar um pouco, vai achar gente na internet reclamando que a casa é muito rígida, que alguns atendentes são ríspidos e que o pique da casa é: comeu, vai embora.

Como já sabia que o lugar costuma encher, cheguei para jantar as 17:30 hs.
O local abre as 18hs.

Para a minha surpresa já tinha uma fila formada na porta.. risos

Lamen Aska- Fila considerável

Depois de 30 minutos, começaram com os trâmites locais.
As portas foram abertas e quem não conseguiu entrar na primeira leva deixa o nome com um simpático rapaz na porta de entrada.

Lámen Aska – A entrada do restaurante

Não levou mais do que 30 minutos e meu nome foi chamado.
Quem vai sozinho ou em casais, geralmente é acomodado no balcão. Que na minha opinião melhora a experiência, assim você consegue comer enquanto observa o pessoal preparando todas aquelas delícias.

O balcão do Aska Lámen

Peguei meu cardápio, e entendi o porque o pessoal brinca com a questão das regras:

Lámen Aska – As regras

Na minha opinião as reclamações não procedem.
O que falta para algumas das pessoas é um pouquinho de entendimento sob a cultura oriental, e no final tecerei alguns comentários.

Aproveito para deixar aqui registrado o cardápio e preços de Julho/2017.
(clique nas imagens para vê-las ampliadas)

Cardápio 1
Cardápio 2

Em poucos minutos fui servido com a cerveja que pedi (infelizmente apenas uma opção) e uma porção aperitivo de tonkotsu (carne de porco). Logo depois, chegou a minha tigela da felicidade:

O Lámen Misso Tonkotsu do Aska

Considerações finais

Num país onde a equipe econômica resolve dobrar o valor dos impostos da noite para o dia, é um achado encontrar uma porção tão farta de felicidade, acompanhada de cerveja e pagando R$ 26,00 em tudo.

Mas, e se além de barato o sabor for maravilhoso?
E esta foi a minha conclusão!

Adorei o caldo, a espessura do lámen e o equilíbrio do sabores.
Apesar de não ter acrescentado nenhum topping, mas ter pedido a opção big por pura gulodice, posso dizer que até mesmo o próprio macarrão estava mais saboroso do que estou acostumado.

Os vegetais em quantidade certa, para por exemplo, a cebolinha não mascarar o sabor de outros ingredientes mais delicados.

Por ser de uma espessura mais fina, achei o macarrão com um surpreendente sabor amanteigado.
E vem muito, muito macarrão!

Agora aumentou ainda mais minha curiosidade em comer o lámen do Nihon (Japão)!
E a contagem regressiva me informa que faltam apenas 27 dias!

 

Restaurante Aska Lámen
Rua Galvão Bueno, 466
Bairro da Liberdade, São Paulo
Fone (11) 3277-9682

 

 

The post Lámen Aska – Liberdade – São Paulo appeared first on Viagens - Novo Cálculo da Rota.

]]>
https://www.novocalculodarota.com.br/lamen-aska-liberdade-sao-paulo/feed/ 2
Viagem pela Chapada Diamantina – Roteiro https://www.novocalculodarota.com.br/viagem-pela-chapada-diamantina/ https://www.novocalculodarota.com.br/viagem-pela-chapada-diamantina/#comments Sun, 02 Jul 2017 03:00:22 +0000 https://www.novocalculodarota.com.br/wp/?p=105 Viagem pela Chapada Diamantina: Morro do Pai Inácio

Um relato e roteiro da viagem de 10 dias na Chapada Diamantina, com grutas, cachoeiras, paredões e muitas outras belezas da natureza, tendo como base a cidade de Lençóis!

The post Viagem pela Chapada Diamantina – Roteiro appeared first on Viagens - Novo Cálculo da Rota.

]]>
Viagem pela Chapada Diamantina: Morro do Pai Inácio

Nesta viagem pela Chapada Diamantina, registrei este roteiro de 10 dias pelos lugares que desejava conhecer há anos por englobar várias maravilhas da natureza num só lugar: cachoeiras, grutas, cânions e paredões.

O que eu não sabia é que a Chapada é muito mais imensa do que eu poderia imaginar. Apesar de ter montado um roteiro de 10 dias, não consegui visitar nem metade de todas as belezas que este lugar proporciona. Com certeza voltarei em nova oportunidade para explorar melhor estas paisagens.

Se você leu até aqui e está decepcionado achando que em 10 dias não conseguirá conhecer muita coisa da Chapada Diamantina, anime-se!

Na verdade até em uma viagem de 5 dias já daria pra conhecer alguns lugares muito interessantes como:
Morro do Pai Inácio

Poço Encantado e Poço Azul
Cachoeira da Fumaça
Cachoeira do Buracão

Confira como foi a construção deste roteiro.

A escolha da cidade base, pacotes ou aluguel de carro e todos os destinos visitados:

 

Viagem pela Chapada Diamantina

É uma região de serras protegida pelo Parque Nacional da Chapada Diamantina (criado/declarado em 1985), composto por 24 municípios ao longo de aproximadamente 50.610 km2.

E neste momento já surge a primeira dúvida?
Em qual cidade firmar base para conhecer os principais pontos turísticos?

Minha opção foi a cidade de Lençóis por causa da proximidade do Aeroporto e por ser considerada uma das principais saídas para os atrativos da região.

Cheguei a pensar na possibilidade de firmar base em 2 cidades diferentes, porém, arrumei uma hospedagem de ótimo preço em Lençóis e tinha pouquíssimo tempo pra planejar o roteiro. Resolvi simplificar e ficar apenas em Lençóis.

Apesar de cansativo, partindo de Lençóis é possível arranjar pacotes turísticos para visitar até os cartões postais mais distantes (como a Cachoeira do Buracão em Ibicoara).

Apenas como referência, para firmar base ouve-se falar muito também de:
Vale do Capão, Mucugê, Ibicoara, Andaraí e Igatu.

 

Aeroporto de Lençóis

Optei por chegar na cidade de avião pois estava vindo de São Paulo.

Peguei uma passagem para Lençóis, que faz uma conexão em Confins (Belo Horizonte) para troca de avião.
Como o Aeroporto da cidade é super acanhado, apenas aviões turbo hélice fazem pousos lá.
Este foi o real motivo da conexão.

Outra opção seria pousar em Salvador (430 km distante da cidade de Lençóis, e concluir via ônibus/carro).

Roteiro Chapada Diamantina: Aeroporto de Lençóis
Roteiro Chapada Diamantina: Aeroporto de Lençóis

O primeiro voo num turbo hélice ninguém esquece:

Roteiro Chapada Diamantina: Aeroporto de Lençóis
Roteiro Chapada Diamantina: Aeroporto de Lençóis

Alugar carro? Contratar pacotes?

Sempre sou adepto de alugar carro para desbravar as cidades.
Mas, posso afirmar que para a Chapada Diamantina a minha opção de contratar pacotes de turístico acabou sendo mais vantajosa (e menos cansativa).

Se você está acostumado com as estradas de São Paulo (Bandeirantes, Castelo Branco, Imigrantes) e acha que na Bahia e na região da Chapada você irá encontrar infraestrutura igual… tenho uma má notícia.

Muitas das estradas estão em más condições e você não desenvolve boa velocidade.
Um trajeto de 200 km nestas estradas, pode representar até 4 horas de locomoção. E você dividirá a pista com muitos caminhões de carga e em alguns lugares sem opções seguras de ultrapassagem (por exemplo o caminho para Ibicoara).

A diária para o aluguel de carro, em 2016, estava na média de R$ 220,00.

Em geral, um pacote de 3 dias de passeios (incluindo o transporte, o guia e lanches) custava R$ 550,00.

Como eu estava sozinho, a conta foi fácil.
O pacote valia mais a pena e escolhi de olhos fechados.

Depois de conhecer as condições das estradas, as sinalizações e as distâncias percorridas fiquei ainda mais feliz com a minha escolha… risos

 

Pacotes e passeios na viagem pela Chapada Diamantina

Existe um pacote básico que você vai encontrar em todas as agências de turismo de Lençóis e é composto por 3 dias de passeios. Escolhi a agência CIRTUR, porque já era também minha própria hospedagem.

O pacote no valor de R$ 550,00 por pessoa para os 3 dias incluía visitas a:

Dia 1
Rio Mucugezinho, Poço do Diabo, Gruta da Lapa Doce, Gruta da Pratinha, Gruta Azul e Morro do Pai Inácio
(percurso de 150 km em carro ou van, considerando ida e volta)

Viagem pela Chapada Diamantina: Morro do Pai Inácio
Viagem pela Chapada Diamantina: Morro do Pai Inácio

Dia 2
Cachoeira da Fumaça e Riachinho
(percurso de 150 km em carro ou van, considerando ida e volta)

Viagem pela Chapada Diamantina: Cachoeira da Fumaça - a segunda maior do Brasil (340 metros)
Viagem pela Chapada Diamantina: Cachoeira da Fumaça – a segunda maior do Brasil (340 metros)

Dia 3
Poço Encantado e Poço Azul
(percurso de 300 km em carro ou van, considerando ida e volta)

Viagem pela Chapada Diamantina: Mergulho no Poço Azul
Viagem pela Chapada Diamantina: Mergulho no Poço Azul

Minha ideia era depois deste passeio, escolher os próximos roteiros.

Inclui um passeio para a Cachoeira do Buracão em Ibicoara por mais R$ 350,00.
(percurso de 550 km em carro ou van, considerando ida e volta num só dia).

Viagem pela Chapada Diamantina: Cachoeira do Buracão
Viagem pela Chapada Diamantina: Cachoeira do Buracão

A sequência da viagem pela Chapada Diamantina

Gostaria de ter conhecido também Marimbus (uma espécie de Pantanal da região) e várias outras trilhas e passeios.

Porém, cai num problema logístico.

Minha viagem era de 10 dias.

Na viagem pela Chapada Diamantina, o primeiro dia foi pra conhecer a cidade de lençóis.
Ver as opções de passeio, etc.

Depois, foram 4 dias utilizados nestes passeios incríveis acima.
O dia de partida também era praticamente morto.

Ainda me restavam outros 4 dias.
Um dos outros passeios que me interessava, a travessia do Vale do Pati, eu não teria condições físicas naquele momento e além disso havia outro problema. As saídas são programadas e não são diárias.

O passeio para Marimbus, que era de apenas 1 dia não conseguia fechar turmas com número de pessoas suficientes.

Observei que a cidade de Lençóis vive um ciclo de aproximadamente 5 dias, que é o tempo médio que alguns turistas ficam, por causa do intervalo entre vôos que saem da cidade de Lençóis (que também não são diários).

Então, acabei ficando um pouco preso nos dias finais, mas aproveitei pra conhecer os destinos mais próximos.

 

Lençóis: Cidade base na Chapada

Surgiu em meados do século 19, no ano de 1844, com a exploração de jazidas de diamante na região de Mucugê.

Porém, no século 20 com a escassez dos diamantes, entrou em grande crise financeira.
A partir de 1973 foi tombada como Patrimônio Nacional e este foi um dos primeiros passos para o desenvolvimento do turismo na região.

A partir de 1985 com a criação do Parque Nacional da Chapada Diamantina o número de turistas cresceu, e em 2010 foi considerada pela quarta vez consecutiva como um dos 10 melhores destinos turísticos do Brasil.

Viagem pela Chapada Diamantina: cidade de Lençóis
Viagem pela Chapada Diamantina: cidade de Lençóis

A cidade é ótima opção para firmar base durante sua viagem pela Chapada Diamantina!
Possui restaurantes e bares (que geralmente funcionam a partir das 17hs, afinal durante o dia os turistas estão na estrada). Mesmo assim, é fácil almoçar na cidade se você resolveu descansar um dia.

Também é possível encontrar mercadinhos para as compras.

Alguns lugares já aceitam cartões de débito e crédito.
Apenas fique atento para sacar dinheiro. Em 2016 a cidade possuía apenas 1 agência e caixa eletrônico do Banco do Brasil, sendo impossível sacar dinheiro de outros bancos.

Por fim, quero retornar à Bahia!
Ainda há muito o que conhecer na Chapada Diamantina!

Aliás, outra vontade é fazer como a turma do Fora de Casa em Porto Seguro!

E você, já decidiu seu roteiro pela Bahia?

Acompanhe os principais pontos que conheci na Chapada Diamantina:

Viagem pela Chapada Diamantina: Cachoeira da Fumaça - a segunda maior do Brasil (340 metros)

Cachoeira da Fumaça na Chapada Diamantina

A Cachoeira da Fumaça na cidade do Capão, dentro da Chapada Diamantina é a segunda maior do Brasil com uma queda de água de 340 metros!

0 comments
Chapada Diamantina - Rio Pratinha

Pratinha, Lapa Doce e Morro do Pai Inácio na Chapada Diamantina

Passeio de 1 dia por várias belezas naturais da Chapada Diamantina

0 comments
Chapada Diamantina: Poço Encantado

Poço Encantado e Poço Azul na Chapada Diamantina

passeio de 1 dia até o Poço Encantado e Poço Azul na Chapada Diamantina

0 comments

 

 

The post Viagem pela Chapada Diamantina – Roteiro appeared first on Viagens - Novo Cálculo da Rota.

]]>
https://www.novocalculodarota.com.br/viagem-pela-chapada-diamantina/feed/ 2
Cachoeira da Fumaça na Chapada Diamantina https://www.novocalculodarota.com.br/chapada-diamantina-cachoeira-da-fumaca/ https://www.novocalculodarota.com.br/chapada-diamantina-cachoeira-da-fumaca/#respond Sat, 17 Jun 2017 18:07:52 +0000 https://www.novocalculodarota.com.br/cachoeira-do-buracao-na-chapada-diamantina/ Viagem pela Chapada Diamantina: Cachoeira da Fumaça - a segunda maior do Brasil (340 metros)

A Cachoeira da Fumaça na cidade do Capão, dentro da Chapada Diamantina é a segunda maior do Brasil com uma queda de água de 340 metros!

The post Cachoeira da Fumaça na Chapada Diamantina appeared first on Viagens - Novo Cálculo da Rota.

]]>
Viagem pela Chapada Diamantina: Cachoeira da Fumaça - a segunda maior do Brasil (340 metros)

A Cachoeira da Fumaça possui 340 metros de queda de água sendo a segunda maior do Brasil!

A maior cachoeira do Brasil fica no Amazonas, nomeada de Araçá ou El Dorado e possui 365 metros de queda livre!

Como chegar?

Tinha firmado base na cidade de Lençóis, então para chegar nesta cachoeira foi necessário um deslocamento aproximado de 75 km de carro (com muitos trechos de estrada de terra).

Se você estiver com o roteiro mais livre, uma das opções recomendadas é dormir em Capão!

Chegando no Capão veio mais uma caminhada de aproximadamente 2 horas para cumprir os 6km de trilha.

Nos 1,5 km iniciais de trilha, o joelho sofre bastante.
É uma subida muito ingrime, cheia de pedras e a caminhada não rende.

Passado este trecho, vem mais uns 4km de caminhada tranquila.

Cachoeira da Fumaça

Depois dos 1,5 km de subidas íngremes e no meio de pedras soltas, o joelho agradece e o resto é só alegria!

Aqui já estamos na parte tranquila do trajeto:

Viagem pela Chapada Diamantina: Caminhada para a Cachoeira da Fumaça
Viagem pela Chapada Diamantina: Caminhada para a Cachoeira da Fumaça

Nas paradas pra descansar, é possível observar as belezas da Chapada!
Ali apesar da distância de quase 100 km é possível observar a grandiosidade do Morro do Pai Inácio.

Viagem pela Chapada Diamantina: A grandiosidade da natureza na Bahia
Viagem pela Chapada Diamantina: A grandiosidade da natureza na Bahia

Ao final da caminhada, chegamos à cachoeira e estamos no topo de tudo!
Cada trecho tem uma vista linda pra você descansar e curtir a natureza!

Viagem pela Chapada Diamantina: Cachoeira da Fumaça
Viagem pela Chapada Diamantina: Cachoeira da Fumaça

Aqui você se debruça na pedra, para conseguir observar por cima a Cachoeira da Fumaça.
Você fica ali por alguns minutos, olhando os 340 metros de queda!

Viagem pela Chapada Diamantina: Cachoeira da Fumaça - a segunda maior do Brasil (340 metros)
Viagem pela Chapada Diamantina: Cachoeira da Fumaça – a segunda maior do Brasil (340 metros)

É possível observar inclusive pessoas andando lá em baixo.

Isto porém, é um outro passeio e de nível de esforço maior. Faz parte da Travessia do Pati e inclui a Cachoeira da Fumaça por baixo. Um trajeto de 3 a 4 dias, dependendo do que você incluir no trajeto.

Este post faz parte de um roteiro completo de viagem, confira:
10 dias na Chapada Diamantina

Grande abraço e boa viagem!

 

The post Cachoeira da Fumaça na Chapada Diamantina appeared first on Viagens - Novo Cálculo da Rota.

]]>
https://www.novocalculodarota.com.br/chapada-diamantina-cachoeira-da-fumaca/feed/ 0
Pratinha, Lapa Doce e Morro do Pai Inácio na Chapada Diamantina https://www.novocalculodarota.com.br/chapada-diamantina-pratinha-lapa-doce-morro-pai-inacio/ https://www.novocalculodarota.com.br/chapada-diamantina-pratinha-lapa-doce-morro-pai-inacio/#respond Fri, 16 Jun 2017 20:43:52 +0000 https://www.novocalculodarota.com.br/cachoeira-da-fumaca-na-chapada-diamantina/ Chapada Diamantina - Rio Pratinha

Passeio de 1 dia por várias belezas naturais da Chapada Diamantina

The post Pratinha, Lapa Doce e Morro do Pai Inácio na Chapada Diamantina appeared first on Viagens - Novo Cálculo da Rota.

]]>
Chapada Diamantina - Rio Pratinha

Neste dia de passeio visitamos a Pratinha, Lapa Doce e Morro do Pai Inácio.
Incluindo também passagens pelo Rio Mucugezinho, Poço do Diabo e a Gruta Azul.

O passeio leva o dia inteiro, saindo da pousada logo cedo (08hs) e retornando ao final do dia (por volta das 17hs).
Um deslocamento de mais ou menos 150 km considerando ida e volta.

Rio Mucugezinho e Poço do Diabo

Logo no começo do roteiro, passamos por um local de banho e a companhia de uma linda cachoeira.
As águas são super tranquilas e você pode se aventurar mesmo sem colete.

A cachoeira deságua no poço, formando uma imensa piscina com água super límpida e com coloração de coca-cola, por causa dos tipos de arvores existentes ao longo da rota do rio.

Chapada Diamantina: Rio Mucugezinho
Chapada Diamantina: Rio Mucugezinho

O local é muito próximo da estrada e logo depois você já está pronto para seguir até a Pratinha.

Pratinha

A “fazenda da Pratinha” hoje em dia, está em área particular.
Por este motivo, foram criados vários atrativos para explorar a região.

É um pouco de gosto duvidoso, porque dá a impressão de que algumas coisas não se aderem muito bem naquela linda natureza. Porém, é um lugar que você deve conhecer!

As águas do Rio Pratinha são impressionantes.

É cobrada uma entrada para a fazenda (geralmente já incluso no roteiro das agências de turismo).
E lá dentro, você pode usufruir de outros atrativos a parte (tirolesa, pedalinho, bares, etc).

Uma das atrações inclusive é o mergulho dentro da Gruta da Pratinha, onde os casais aproveitam para fazer lindas imagens submersas.

Chapada Diamantina - Gruta da Pratinha
Chapada Diamantina – Gruta da Pratinha

Não fui conhecer o interior da gruta, mas aproveitei para me banhar no lindo Rio Pratinha.
Você pode descer de tirolesa ou por uma trilha e chegar neste paraíso:

Chapada Diamantina - Rio Pratinha
Chapada Diamantina – Rio Pratinha

 

Gruta da Lapa Doce

É uma imensidão tanto na beleza, quanto no tamanho.

Possui 17 km já mapeados, onde destes 850 metros estão liberados para visita monitorada.
É considerada a terceira maior gruta do Brasil.

Logo na entrada, com o tamanho da boca da gruta você já vai ter ideia do que irá encontrar.

Chapada Diamantina - Gruta da Lapa Doce
Chapada Diamantina – Gruta da Lapa Doce

Infelizmente minha camera não estava muito bem ajustada para fotos noturnas e não consegui boas imagens.

O passeio leva em torno de 1h30 e posso destacar que a maior emoção é quando o guia faz todos apagarem suas lanternas para apreciar a total escuridão e silêncio do local.

 

Morro do Pai Inácio

Provavelmente este seja um dos cartões postais mais marcantes da Chapada Diamantina.
Localizado no município de Palmeiras (apenas 22 km de Lençóis).

Este trecho do passeio fica para o final do dia para todos acompanharem um belíssimo pôr-do-sol.
Fica a 1.120 metros de altitude e permite uma vista panorâmica de toda a região da Chapada.

Você só precisará de um pouco de preparo físico para subir 360 degraus que levará em torno de 20 minutos.
Após isso, você já estará em meio a paz desta linda paisagem:

Viagem pela Chapada Diamantina: Morro do Pai Inácio
Viagem pela Chapada Diamantina: Morro do Pai Inácio

Uma atração a parte é ouvir a história que os guias contam sobre a lenda do Pai Inácio (uma história de amor envolvendo um escravo e a sinhazinha, filha do fazendeiro antes da Lei Áurea).

Tudo isso acompanhado desta maravilhosa visão:

Chapada Diamantina: Morro do Pai Inácio
Chapada Diamantina: Morro do Pai Inácio

A vista panorâmica é impressionante porque te permite um giro de 360 graus vendo todas as belezas das formações rochosas, e aos poucos o sol vai se pondo e criando cores inacreditáveis:

Chapada Diamantina: Morro do Pai Inácio - começo do pôr-do-sol
Chapada Diamantina: Morro do Pai Inácio – começo do pôr-do-sol

De repente o sol vai dormir, para voltar mais belo no outro dia.
É nesta hora também que iniciamos a caminhada descendo todos os degraus para retornar à pousada:

Chapada Diamantina: Morro do Pai Inácio: Pôr-do-sol
Chapada Diamantina: Morro do Pai Inácio: Pôr-do-sol
Este post faz parte de um roteiro completo de viagem, confira:
10 dias na Chapada Diamantina

Grande abraço e boa viagem!

 

The post Pratinha, Lapa Doce e Morro do Pai Inácio na Chapada Diamantina appeared first on Viagens - Novo Cálculo da Rota.

]]>
https://www.novocalculodarota.com.br/chapada-diamantina-pratinha-lapa-doce-morro-pai-inacio/feed/ 0
Poço Encantado e Poço Azul na Chapada Diamantina https://www.novocalculodarota.com.br/chapada-diamantina-poco-encantado-poco-azul/ https://www.novocalculodarota.com.br/chapada-diamantina-poco-encantado-poco-azul/#respond Thu, 15 Jun 2017 12:34:52 +0000 https://www.novocalculodarota.com.br/rio-mucugezinho-poco-do-diabo-pratinha-gruta-azul-e-morro-do-pai-inacio/ Chapada Diamantina: Poço Encantado

passeio de 1 dia até o Poço Encantado e Poço Azul na Chapada Diamantina

The post Poço Encantado e Poço Azul na Chapada Diamantina appeared first on Viagens - Novo Cálculo da Rota.

]]>
Chapada Diamantina: Poço Encantado

Neste dia de passeio visitamos o Poço Encantado e Poço Azul na Chapada Diamantina.

O passeio leva o dia inteiro, saindo da pousada logo cedo (08hs) e retornando ao final do dia (por volta das 17hs).
Um deslocamento de mais ou menos 300 km considerando ida e volta.

As grutas e poços com água cristalina na tonalidade azul turquesa são uma das grandes atrações da Chapada Diamantina. E em um delas, você poderá mergulhar na água!

 

Poço Encantado

Situado no município de Itaetê, o Poço Encantado tem uma tonalidade de água de impressionar!

Depois de um trajeto de carro com aproximadamente 141 km saindo de Lençóis, chegamos no município de Itaetê onde estacionamos o carro e partimos para uma pequena caminhada que não requer muito esforço e por isso é um passeio indicado para todas as idades.

Na época (2016) a taxa de visitação era de R$ 15,00.
Geralmente já incluso, se você estiver fazendo um roteiro de alguma agência de turismo.

Há esta pequena escadaria que devemos descer para chegar literalmente até o fundo do poço.

Chapada Diamantina: Poço Encantado e a escada
Chapada Diamantina: Poço Encantado e a escada

O poço tem aproximadamente 60 metros de profundidade e a água é tão cristalina que nos permite enxergar as pedras e troncos no fundo! É tão claro que confunde onde começa e termina a água.

Chapada Diamantina: Poço Encantado
Chapada Diamantina: Poço Encantado

Um espetáculo a parte é quando a luz solar invade invade o local por uma pequena fresta, iluminando mais ainda o poço e abrilhantando a água turquesa.

Por causa da posição do sol, este show acontece entre o Outono e Inverno.
Começa em 01 de Abril e vai até o dia 10 de Setembro. A incidência da luz ocorre das 10hs às 13h30hs.

Adivinhem em qual dia fui visitar o Poço Encantado?
Exatamente em 10 de Setembro e tive a oportunidade de ver o último faixo de luz do sol do ano (já bem pequeno)!

Chapada Diamantina: Poço Encantado e a luz do Sol
Chapada Diamantina: Poço Encantado e a luz do Sol

Apesar de toda a beleza encantadora, é permitido ficar apenas 15 minutos neste ponto de observação.
Mas, acaba sendo um tempo suficiente para apreciar tudo. O ambiente é um pouco abafado e depois de registrar algumas fotografias, você já estará super curioso para mergulhar nas águas do Poço Azul!

 

Poço Azul

Provavelmente este seja um dos cartões postais mais comuns da Chapada Diamantina.

Situado no município de Nova Redenção e a apenas 86km de distância da cidade de Lençóis, esta parte do passeio já fica pro final do dia que é pra todo mundo voltar molhado pra pousada!

Em 2016, a taxa de visitação era de R$ 20,00 com o colete, máscara e snorkel para o mergulho.
Geralmente a taxa já está inclusa se você estiver fazendo um roteiro de alguma agência de turismo.

Antes de mergulhar, é necessário uma ducha para tirar o protetor solar, shampoo e outras impurezas que possam prejudicar esta linda obra da natureza, considerada o maior sítio paleontológico submerso do Brasil.

Já foram descobertos mais de 3000 fósseis de animais pré-históricos incluindo 2 ossadas de preguiças gigantes.
Mas, não se preocupe que nos dias atuais (se contar com muita sorte) no máximo você conseguirá ver o bagre albino, um pequeno peixe cego que habita as águas deste poço.

Viagem pela Chapada Diamantina: Mergulho no Poço Azul
Viagem pela Chapada Diamantina: Mergulho no Poço Azul

O fundo de calcário branco ajuda mais ainda na impressão da água cristalina.

Os raios de sol que entram, iluminam todo o poço permitindo um ótimo mergulho com a máscara e snorkel!

Chapada Diamantina: Poço Azul
Chapada Diamantina: Poço Azul
Este post faz parte de um roteiro completo de viagem, confira:
10 dias na Chapada Diamantina

Grande abraço e boa viagem!

 

The post Poço Encantado e Poço Azul na Chapada Diamantina appeared first on Viagens - Novo Cálculo da Rota.

]]>
https://www.novocalculodarota.com.br/chapada-diamantina-poco-encantado-poco-azul/feed/ 0
Cachoeira do Buracão na Chapada Diamantina https://www.novocalculodarota.com.br/chapada-diamantina-cachoeira-do-buracao/ https://www.novocalculodarota.com.br/chapada-diamantina-cachoeira-do-buracao/#respond Wed, 14 Jun 2017 16:17:37 +0000 https://www.novocalculodarota.com.br/?p=3594 Viagem pela Chapada Diamantina: Cachoeira do Buracão

A Cachoeira do Buracão na cidade de Ibicoara, dentro da Chapada Diamantina é uma incrível queda de água de 85 metros dentro de lindos cânions/paredões.

The post Cachoeira do Buracão na Chapada Diamantina appeared first on Viagens - Novo Cálculo da Rota.

]]>
Viagem pela Chapada Diamantina: Cachoeira do Buracão

A Cachoeira do Buracão era um dos meus principais objetivos na Chapada Diamantina, uma das mais lindas quedas de água do mundo e junto à cânions e paredões!

Como chegar?

Tinha firmado base na cidade de Lençóis, então para chegar nesta cachoeira foi necessário um<span style=”text-transform: initial;”> deslocamento de mais de 270 km de carro que levou mais ou menos 3 horas e meia até a cidade de Ibicoara.</span>

Chegando em Ibicoara, veio mais uma caminhada de aproximadamente 1 hora e meia.
Mas, esta parte é belíssima porque você passa por outras lindas formações da natureza, como:

    • O rio espalhado (logo no começo da trilha) e a cachoeira da Orquídea
    • Cachoeira do Recanto Verde (quase no fim da trilha)
    • E finalmente, os cânions/paredões de acesso à Cachoeira do Buracão

 

Todos estes trechos  você poderá conferir no vídeo.

Cachoeira do Buracão

A beleza do lugar é indescritível.
Além de ficar guardada entre os imensos paredões/cânions, a queda de água de 85 metros impressiona muito.

Ao chegar no local da cachoeira, você deverá atravessar mais ou menos 100 metros destes paredões já na água.
Foi uma sensação única. A cachoeira estará ao final deste imenso corredor, à esquerda.

Cachoeira do Buracão: Os cânions na Chapada Diamantina
Cachoeira do Buracão: Os cânions na Chapada Diamantina

É possível nadar no local (sempre com coletes).

Minha maior alegria foi “tentar” chegar bem debaixo da queda de água, a nado… Mas pra mim foi impossível… risos
A queda é muito forte e água te empurra pra longe.
Fora que o spray de água que levanta já torna difícil respirar ali perto…

Dica:
Porém, dá pra ir caminhando pelas laterais de pedra e ficar praticamente debaixo da cachoeira!

Viagem pela Chapada Diamantina: Cachoeira do Buracão
Viagem pela Chapada Diamantina: Cachoeira do Buracão

A vista de cima da cachoeira é linda, mas na verdade isto é o final do passeio.
Na hora de ir embora, você sobe novamente todos estes metros e no trajeto conseguirá ter a bela vista do lugar que você esteve:

Viagem pela Chapada Diamantina: Cachoeira do Buracão
Viagem pela Chapada Diamantina: Cachoeira do Buracão
Este post faz parte de um roteiro completo de viagem, confira:
10 dias na Chapada Diamantina

Grande abraço e boa viagem!

The post Cachoeira do Buracão na Chapada Diamantina appeared first on Viagens - Novo Cálculo da Rota.

]]>
https://www.novocalculodarota.com.br/chapada-diamantina-cachoeira-do-buracao/feed/ 0
Passeio de balão em Boituva https://www.novocalculodarota.com.br/passeio-de-balao-em-boituva/ https://www.novocalculodarota.com.br/passeio-de-balao-em-boituva/#comments Thu, 04 Dec 2014 21:35:42 +0000 https://www.novocalculodarota.com.br/wp/?p=96 Primeiro pouso de um dos balões em Boituva

Boituva é uma cidade do Estado de São Paulo, famosa por alguns esportes radicais. Um nem tanto esporte, e nem tão radical é o Balonismo! Uma experiência única e que dá vontade de repetir em vários outros cartões postais deste mundo.

The post Passeio de balão em Boituva appeared first on Viagens - Novo Cálculo da Rota.

]]>
Primeiro pouso de um dos balões em Boituva

Relato do incrível passeio de balão em Boituva, uma cidade do Estado de São Paulo, famosa pela prática frequente de alguns esportes radicais.

Aliás, um esporte mas não tão radical é o Balonismo!

Sem dúvida, uma experiência única e que dá vontade de repetir em vários outros cartões postais deste mundão afora.

Em Dezembro de 2014, fizemos um voo de balão com o pessoal da www.voodebalao.com e todos estavam ansiosos porque depois de marcar o passeio, tivemos que atrasar a data algumas vezes por causa do mau tempo.

Por fim, após xalgumas tentativas, finalmente chegou o dia!

Então, no meio da madrugada saímos da capital de São Paulo e fomos rumo à Boituva, cidade que fica 130 km distante.

 

Antes, a Lua Cheia

Chegamos em Boituva antes do amanhecer e tivemos a incrível sorte de pegar a lua cheia ainda se despedindo:

A lua em Boituva
A lua em Boituva

A lua explodindo de cheia e super brilhante, ainda mais nos céus com menos poluição das cidades do interior.

Foi uma ótima recompensa, antes ainda e começar o passeio:

Lua cheia antes do passeio de balão em Boituva
Lua cheia antes do passeio de balão em Boituva

 

Preparativos do passeio de Balão em Boituva

Quando começaram os preparativos, que tivemos noção dos tamanhos dos balões:

Hora do ar quente para preparar o balão!
Hora do ar quente para preparar o balão!

Perto da picape que fica mais fácil ter uma ideia:

O tamanho no balão. Ainda no chão.
O tamanho no balão. Ainda no chão.

Algumas equipes começando a ficar prontas:

Equipes do Balonismo e 3 balões prontos para subir ao céu
Equipes do Balonismo e 3 balões prontos para subir ao céu

E uns já botando o pé pra dentro pra subir aos céus:

Equipe subindo uns dos balões
Equipe subindo uns dos balões

Nosso balão indo pros últimos preparativos.
Hora de botar o pé pra dentro e subir:

Mais ar quente no balão!
Mais ar quente no balão!

A pipa do vovô não sobe mais…

Porém, com nosso balão foi diferente!

Numa fração de tempo, você já está lá em cima.

Mas, num voo calmo e muito tranquilo!

Começo do voo, apreciando a paisagem
Começo do voo, apreciando a paisagem

De repente, você vê que a paisagem do chão começa a ficar cada vez menor:

Em pleno vôo de balão
Em pleno vôo de balão

E vê alguns indo cada vez mais alto:

Nosso voo indo pras alturas
Nosso voo indo pras alturas

Contudo, ainda pudemos registrar esta linda alvorada, aurora ou simplesmente: nascer do sol:

Aurora, nascer do sol em Boituva
Aurora, nascer do sol em Boituva

Aliás, é tudo tão tranquilo lá em cima, que dá até pra brincar com o reflexos dos lagos:

Reflexo do balão num lago
Reflexo do balão num lago

Ou então, com a sombra dos balões:

Sombra do nosso balão
Sombra do nosso balão

Por consequência, quando está tudo mil maravilhas, você percebe que algumas equipes já se preparam pra pousar.

O tempo aqui em cima, literalmente voa:

Preparando o pouso do balão
Preparando o pouso do balão

Então, a primeira equipe já em solo novamente:

Primeiro pouso de um dos balões em Boituva
Primeiro pouso de um dos balões em Boituva

Embora nós ainda curtíamos os últimos minutos nas alturas:

Últimos minutos do voo de balão em Boituva
Últimos minutos do voo de balão em Boituva

O sorriso no rosto é um resumo do passeio:

A cara da felicidade no passeio de balão em Boituva
A cara da felicidade no passeio de balão em Boituva

Por fim, uma última olhada na paisagem por cima:

Lago visto do céu
Lago visto do céu

A chegada

Então chega a hora de voltar ao solo.

Aliás, no local onde a equipe nos esperava com as boas vindas, pra brindarmos o voo de balão:

Passeio de balão em Boituva: um brinde à vida!
Passeio de balão em Boituva: um brinde à vida!

Antes de mais nada, a galera reunida:

E o balão já se preparando pro próximo dia...
E o balão já se preparando pro próximo dia…

Quer voar de balão também?

Nosso passeio de balão em Boituva foi feito com a empresa www.voodebalao.com

Por certo, uma galera super profissional, bem comunicativa e alto astral!

Primeiramente você faz a reserva pelo site, e eles entram em contato para combinar os detalhes.

Inclusive porque o voo de balão depende da meteorologia e eles ficarão sempre em contato contigo pra encontrar a melhor data pra todo mundo!

 

 

The post Passeio de balão em Boituva appeared first on Viagens - Novo Cálculo da Rota.

]]>
https://www.novocalculodarota.com.br/passeio-de-balao-em-boituva/feed/ 4